sexta-feira, agosto 11, 2006

O irlandês...

Chegou ao consultório odontológico e sentou-se no sofá.

A secretária balançou a cabeça afirmativamente para mostrar que havia o visto chegar e continuou lixando a unha.

Do som saia uma música ambiente. A música parecia ser relaxante e calma.

Ele ficou encarando o nada por alguns minutos.

Na mesinha de centro, algumas revistas de fofocas de meses anteriores.

Coçou suas suíças ruivas, ajeitou os óculos e prosseguiu olhando o vazio.

A música continuava. Estava havendo um solo de sax.

Voltou a coçar as suíças ruivas, ajeitou os óculos e alisou o bigode.

A música parecia mais alta.

Se levantou e foi até o corredor que antecedia a porta.

Voltou com uma machado que havia tirado da porta de incêndio e o fincou bem no meio do som.

Sentou-se no sofá e continuou aguardando ser chamado para a consulta.



Tommie S. Swamp

3 Comments:

Anonymous aochocolate said...

eheheh será influência de Max Aub?

11 agosto, 2006 16:56

 
Blogger Manoel van Pelt said...

piá, isso demonstra uma reação!

o irlandês NÃO demonstra reação... JAMAIS!

12 agosto, 2006 19:34

 
Blogger Roy said...

Haha os irlandeses nao demonstram, apenas reagem, keissu! :P

14 agosto, 2006 09:21

 

Postar um comentário

<< Home